Bélgica com novas embaixadas no Benin, no Mali, na Guiné Conakry e no Níger

Bruxelas, Bélgica (PANA) – As representações diplomáticas da Bélgica em Cotonou, no Benin, Bamako, no Mali, Niamey, no Níger, e Conakry, na Guiné, foram elevadas à categoria de ambaixadas desde quarta-feira 1 de fevereiro corrente, anuncia um comunicado do Ministério belga dos Negócios Estrangeiros, transmitido à PANA  em Bruxelas.

« A Bélgica pretende mostrar assim a importância que ela atribui às suas relações com estes países e à situação na região », lê-se no comunicado.

Esta decisão reforça as relações em todos os domínios da política estrangeira belga, nomeadamente a cooperação bilateral, a diplomacia, a cooperação para o desenvolvimento, a defesa, a segurança e a justiça, de acordo com o mesmo documento.

A Bélgica decidiu recentemente reformar profundamente a política de cooperação para o desenvolvimento que diz respeito precisamente à cooperação técnica belga.

Na sequência da deterioração brusca das relações entre a Bélgica e a República Democrática do Congo (RDC), esta última ordenou o encerramento da nova Agência de Cooperação Técnica Belga.

O Governo congolês ordenou igualmente o encerramento da Casa Schengen, um Consulado Especial em Kinshasa (capital congolesa) que emite vistos de entrada para os países europeus membros do espaço Schengen.

Em novembro último, o ministro belga dos Negócios Estrangeiros, Didier Reynders, inaugurara as instalações da nova embaixada da Bélgica em Kinshasa.

-0- PANA AK/JSG/FK/DD 2fev2018

02 Fevereiro 2018 14:08:45


xhtml CSS