Belgas investigam sobre plantas medicinais da RD Congo

Kinshasa- RD Congo (PANA) -- Uma equipa de cientistas belgas da Universidade de Anvers (Bélgica) encontra-se presentemente em Kinshasa para levar a cabo pesquisas sobre plantas medicinais e fixar normas de aceitação para os medicamentos produzidos a partir das mesmas.
"Muitos medicamentos à base de plantas não foram uniformizados.
Queremos fixar as normas de aceitação", declarou sexta-feira o chefe da delegação belga no final dum encontro com o ministro congolês das Pesquisas Científicas, Gérard Kamanda Wa Kamanda.
Os pesquisadores têm também em carteira um projecto de elaboração dum medicamento à base de plantas contra o paludismo, à razão da sua resistência contínua à cloroquina, indicou, salientando que tal estudo necessita duma colaboração entre diferentes disciplinas como a botânica, a toxicologia e a farmacologia, entre outras.
Os cientistas belgas garantiram aos seus interlocutores congoleses que o equipamento necessário à realização deste centro chegaria a Kinshasa dentro de um mês.
Por sua vez, Kamanda wa Kamanda encorajou-os a criarem, no seio da Universidade de Kinshasa (UNIKIN), um centro de pesquisas sobre as plantas medicinais para estudar não só as que combatem contra o paludismo mas também as que possam curar outras doenças tropicais.

16 Abril 2005 17:02:00


xhtml CSS