Banco Mundial quer desenvolver setor digital no Congo

Brazzaville, Congo (PANA) - O novo representante residente do Banco Mundial (BM) no Congo, Djibrilla Issa, manifestou, sexta-feira em Brazzaville, as ambições da sua instituição de desenvolver o setor digital, soube a PANA de fontes oficiais.

''Nós assinamos uma parceria com o Ministério dos Correios e Telecomunicações para a implementação de um projeto que vai abranger aspetos de interconexão a nível regional, mas  também a aplicação das telecomunicações ao serviço público", explicou Djibrila Issa no termo de um encontro com o ministro congolês dos Correios e Tecomunicações, Thierry Lézin Moungalla.

Disse que se está a refletir também sobre a criação de uma economia digital, que vai gerar vários empregos e ser um verdadeiro motor de inovações a fim de desenvolver o setor da  economia digital com vista a fazer do Congo uma plataforma dos serviços digitais.

De nacionalidade nigeriana, Djibrilla Issa sucede a Sylvie Dossou que continua a exercer as mesmas funções no Gabão.

No seu roteiro no Congo, o novo representante do BM definiu três grandes prioridades, entre as quais o reforço do diálogo entre a sua instituição e as autoridades congolesas.

-0- PANA MB/IS/DIM/DD 11abril2015

11 Abril 2015 09:44:25


xhtml CSS