Banco Mundial lança programa de melhoria da educação nos Camarões

Yaoundé, Camarões (PANA) - O Governo camaronês lançou terça-feira o seu Programa de Melhoria da Equidade e Qualidade da Educação (PAEQUE), de cerca de 26 biliões de francos CFA (quase 52 milhões de dólares americanos) financiado pelo Banco Mundial (BM).

O PAEQUE vai estender-se em cinco anos. Durante o seu lançamento terça-feira, o vice-ministro da Economia, Planeamento e Ordenamento do Território, Yaouba Abdoulaye, indicou que este programa é fruto da cooperação entre os Camarões e o BM.

O programa visa reduzir as disparidades no sistema educativo e melhorar a qualidade do ensino ministrado em todos os níveis (primário, secundário e superior) até 2018.

Durante o seu período de execução, o programa vai procurar reforçar a aprendizagem da leitura, aumentar a taxa de escolarização das jovens raparigas, tornar acessíveis os manuais escolares e melhorar as condições de trabalho duma categoria de professores denominados mestres dos encarregados de educação.

Trata-se igualmente de transformar os contratos dos mestres de encarregados de educação e alguns jovens diplomados das Escolas Normais de Professores do Ensino Geral (ENIEG) em professores contratuais, nomeadamente os das zonas de educação prioritárias, e pôr à disposição dos aprendizes manuais escolares essenciais e outro material didático para facilitar a aprendizagem.

Será igualmente preciso reforçar as capacidades dos professores e inspetores pedagógicos à utilização de manuais pedagógicos, sublinhou o vice-ministro.

-0- PANA EB/TBM/IBA/MAR/IZ 16abril2014

16 Abril 2014 22:14:04


xhtml CSS