Banco Mundial doa $ 14 milhões para combater pobreza no Togo

Lomé,Togo (PANA)   - O Banco Mundial (BM) acaba de conceder ao Togo 14 milhões de dólares americanos (cerca de sete biliões de francos CFA), para o arranque do novo Projeto de Desenvolvimento Comunitário denominado «PDC Plus» para uma duração de três anos, soube a PANA nesta quinta-feira em Lomé junto da Missão da instituição.

O Projeto tem como vocação realizar cerca de 450 novos microprojetos em todo o território nacional e vai incidir sobre a construção de edifícios escolares, unidades de tratamentos periféricos, hangares de mercados, das obras de saneamentos, das perfurações e pistas rurais para uma duração de três anos.

Em oposição ao antigo PDC que vai findar em breve, "PDC Plus" ambiciona reforçar a proteção social com uma vertente adicional que tomará em conta o apoio à desnutrição crónica nas regiões das Savanas e da Kara (norte do Togo) que registam as maiores taxas de pobreza do país.

Estas taxas são de 75 porcento para a região de Kara e de 90,5 porcento para a região das Savanas, enquanto a média nacional é de 61,7 porcento.

O Projeto de Desenvolvimento Comunitário (PDC) foi lançado pela primeira vez a 6 de fevereiro de 2009 no Togo ppara uma duração de quatro anos.

Tem tem como objetivos, entre outros, apoiar a implementação da Estratégia Nacional para a Redução da Pobreza no Togo; através do financiamento das iniciativas de desenvolvimento das comunidades básicas tais como projetos de infraestruturas sociocomunitárias (escolas nas localidades mais pobres do país, latrinas públicas, cantinas escolares, centros de saúde, pistas rurais, perfurações, obras de saneamento), atividades geradoras de rendimentos, apoio à melhoria da segurança alimentar e trabalhos com alta intensidade de mão-de-obra.

Foi financiado pelo Banco Mundial no valor total de 32,6 milhões de dólares americanos, ou seja 16,3 biliões de francos CFA.

-0- PANA FAA/AAS/CJB/IZ set27set2012

27 Setembro 2012 21:56:00


xhtml CSS