Banco Mundial disponibiliza $ 2,1 biliões para reconstruir nordeste da Nigéria

Washington, DC, Estados Unidos (PANA) - O Banco Mundial (BM) vai conceder dois biliões e 100 milhões de dólares americanos para a reconstrução do nordeste da Nigéria abalado por seis anos de violenta campanha sangrenta do grupo islamita e terrorista Boko Haram.

Segundo a Presidência nigeriana, o plano foi anunciado em Washington DC, nos Estados Unidos, terça-feira última durante uma reunião entre o Presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, e representantes do BM, da Fundação Bill e Melinda Gates e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O BM vai colocar dois biliões e 100 milhões de dólares americanos destinados à reconstrução do nordeste da Nigéria, à disposição da sua Agência para o Desenvolvimento Internacional (IDA), que concede empréstimos de baixa taxa de juros ao Governo.

Os dez primeiros anos serão sem juros, enquanto 30 anos adicionais serão de uma taxa inferior à do mercado de capitais.

O BM deseja operar rapidamente, dar empréstimos e socorrer a população do nordeste nigeriano ao mercê, há muito tempo, de uma insurreição que já fez milhares de mortos.

A OMS deve igualmente investir 300 milhões de dólares americanos para a vacinação contra o palusdismo na Nigéria, enquanto a Fundação Bill e Melinda Gates vai colaborar com a Fundação Dangote (nigeriana) para fazer com que este país mantenha o seu estatuto de zero caso de poliomielite do ano transato.

Se esforços se mantiverem durante ainda mais dois anos, a Nigéria será declarada plenamente isenta da poliomielite, de acordo com a OMS.

Escolas, mercados e empresas foram destruídas por insurgentes furiosos da seita islamita e terrorista Boko Haram, que visaram igualmente edifícios públicos e privados, a Polícia e casernas militares nos seus ataques, sobretudo no nordeste da Nigéria, soube a PANA de fonte segura.

-0- PANA SEG/AR/MTA/BEH/SOC/MAR/DD 22julho2015

22 Julho 2015 11:22:40




xhtml CSS