Balanço do desabamento de barragem sobe para 48 mortos no Quénia

Nairobi, Quénia (PANA) - Um total de 48 pessoas morreram no desabamento da barragem de Solai, no Quénia, muitas outras continuam desaparecidas e milhares estão desabrigadas, segundo um novo balanço oficial citado sexta-feira pela imprensa local.

O jornal diário "Daily Nation" relatou que centenas de trabalhadores labutavam diariamente na área afetada para ganhar o seu pão na plantação de café irrigada pela barragem, bem como fazendas hortícolas em Solai e outras plantações.

A ruptura da barragem resultou no derramamento de 70 milhões de litros de água, criando uma corrente de 500 metros de largura, que tudo arrastou no seu caminho.

Pelo menos 200 soldados juntaram-se à missão de resgate que também inclui membros da Cruz Vermelha, polícias e agentes do comité de Nakuru.

Citando o chefe da Polícia regional, Gideon Kibunjah, o jornal acrescenta que a barragem de Patel, usada para irrigação e piscicultura, cedeu na noite de quarta-feira, em Solai.

"As águas levaram consigo duas aldeias, segundo um habitante local. Os postes elétricos  foram varridos, privando assim de eletricidade uma grande parte da zona", disse.

-0- PANA MA/FJG/DIM/IZ 11maio2018


11 Maio 2018 14:02:44


xhtml CSS