BADEA disponibiliza $ 37,9 milhões para agro-indústria em Cabo Verde

Praia, Cabo Verde (PANA) - O Banco Árabe de Desenvolvimento Económico em África (BADEA) disponibilizará 37 milhões e 900 mil escudos cabo-verdianos (cerca de 344 milhões e cinco mil euros) para financiar projetos agro-industriais em Cabo-Verde, apurou a PANA, sexta-feira, na cidade da Praia de fonte oficial.  

Trata-se, segundo fonte do Ministério do Desenvolvimento Rural, de “um sistema de crédito contínuo, com a participação dos agricultores, em especial mulheres e jovens, para reforçar as suas capacidades na gestão de microprojetos”.

Espera-se que este fundo para a agro-indústria venha a contribuir para revolucionar a vida de homens e mulheres do campo em todo o Cabo Verde, uma vez que irá permitir aos beneficiários “entrarem na era da transformação, empacotamento e comercialização dos seus produtos de origem animal e vegetal”.

Com esta iniciativa, o MDR, entidade que disponibiliza o crédito, espera também que essas atividades geradoras de rendimento venham também a  contribuir para reduzir o desemprego no meio rural.

Numa primeira fase, a linha de crédito vai beneficiar os agricultores e criadores de gado das ilhas de São Nicolau e Santo Antão, onde estão ser implementados os projetos de ordenamento e valorização das Bacias Hidrográficas de Ribeira da Torre e Alto Mira (Santo Antão) e Ribeira da Prata de São Nicolau.

-0- PANA CS/DD 08fev 2014

08 Fevereiro 2014 17:07:48


xhtml CSS