BAD concede $ 714 milhões para ensino superior em África

Túnis- Tunísia (PANA) -- O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) vai conceder 714 milhões de dólares americanos para o financiamento de 20 projectos com o objectivo de melhorar o ensino superior em África, anunciou o responsável da Educação da instituição financeira, Judicaël Etienne Porgo.
O responsável do BAD afirmou que a sua instituição tinha a intenção de mobilizar mais recursos para a ciência e a tecnologia em África, priorizando a melhoria da formação da juventude através do financiamento das instituições de ensino técnico no continente.
"É uma prioridade para o banco investir na ciência e na tecnologia", afirmou Porgo durante uma conferência de imprensa em Túnis, à margem da reunião dos ministros das Finanças e Educação, quarta-faira na capital tunisina, para discutir o futuro das iniciativas em matéria de educação em África.
Os 714 milhões de dólares americanos do BAD servirão para o financiamento de projectos de melhoria do ensino secundário, que deverão durar até 2012.
Por outro lado, os peritos em educação do Banco Mundial presentes em Túnis para a reunião dos ministros afirmaram que os efeitos da crise económica e financeira mundial deverão afectar fortemente o sector da educação em África.
Embora o Banco não tenha tomado medidas para reforçar o sector da educação em África, os países africanos deverão prever fundos para evitar que as crianças escolarizadas saídas de famílias pobres não sofram da falta de financiamentos para a educação, defendeu o director do Departamento de Educação do Banco Mundial, Christopher Thomas.
A reunião dos ministros das Finanças e Educação de Túnis é organizada pelo BAD, pela Associação para o Desenvolvimento da Educação em África (ADEA) e pelo Banco Mundial.

16 Julho 2009 13:34:00


xhtml CSS