Autoridade Nigeriana da Aviação Civil acusa British Airways de pôr em causa sua autoridade

Lagos, Nigéria (PANA) – A Autoridade Nigériana de Aviação Cívil (CGAA) acusou esta terça-feira a Bristish Airways de pôr em causa a sua autoridade, soube-se de fonte oficial em Lagos.

Esta acusação agravou assim o conflito existente entre a CGAA, a British Airways e a Virgin Atlantic em torno  da alegada fixação dos  preços por estas duas últimas companhias aéreas britânicas, de acordo com a fonte.

A NCAA tinha infligido às duas companhias aéreas uma multa de 235 milhões de dólares americanos como indemnização aos viajantes nigerianos vítimas da fixação dos preços pelas duas transportadoras na rota Lagos-Londres entre 2004 e 2006.

Numa carta, a British Airways reagiu com raiva, pondo em dúvida os direitos legais da NGAA para investigar sobre um incidente ocorrido antes da sua criação.

Contrariado por esta situação, o diretor-geral da NCAA, Harold Demuren, ofendeu-a.

«Nota-se, como de hábito, que a carta da British Airways desafia unutilmente a NCAA e acusando-a de ter reagido ilegalmente, abusando do seu poder sem nenhuma base legal,  e de ter usurpado as funções da justiça », afirmou.

"Já que tudo isto é falso, essas declarações incendiárias são inuteis e não aumentam nenhum elemento legal ao dossiê da British Airways», prosseguiu Demuren.

-0- PANA SEG/NFB/DIM/DD 22novembro2011

22 نوفمبر 2011 21:19:51




xhtml CSS