Atletas africanos projetam recordes na maratona de Berlim

Nairobi, Quénia (PANA) – Os atletas africanos, dos quais a Queniana Mary Keitany, recordista do mundo em 1:05:50, e a sua compatriota Caroline Kilel (1:98:16), vão tentar domingo, durante a maratona de Berlim, na Alemanha, realizar novos desempenhos.

Mary Keitany, de 29 anos de idade, que conseguiu o recorde do mundo em fevereiro em Ras Al Khaimah (Emiratos Árabes Unidos), realizou cinco dos desempenhos mais rápidos na meia- maratona, todos em 1:07:00 ou menos.

Mostrou em abril último os seus talentos quando venceu a maratona de Londres (Inglaterra) com um cronómetro de 2:19:19 para a sua segunda participação nesta distância.

Keitany, campeã do mundo de 2009 na meia-maratona, fez a sua última aparição em finais de maio último em Lisboa (Portugal) onde venceu os cinco quilómetros.

Por sua vez, Kilel conquistou a maratona de Boston deste ano com um cronómetro de 2:22:36.

Uma outra Queniana, Salina Kosgei, vencedora da maratona de Boston (Estados Unidos) em 2009 com um cronómetro de 1:07:52, vai impulsionar a corrida.

Rita Jeptoo (1:07.08), medalhada de bronze durante o Campeonato do Mundo da corrida na estrada em 2006 e Helena Kirop (1:09:50), vencedora, em 2010, das maratonas de Praga (República Checa) e de Nairobi (Quénia), farão parte dos atletas a que se deve prestar atenção.

A grande equipa de Portugal, dirigida por Ana Dulce Felix (1:08:32), que terminou em segundo lugar durante a Corrida de Great North (Inglaterra) em 2010 e Sara Moreira (1:10:08) serão as atletas a vencer.

Será preciso esperar um contingente de senhores reforçado para a África Oriental no qual participará o Eritreu Teklemariam Medhin, medalhado de prata durante o campeonato do mundo de corta-mato em 2010.

Os Etíopes serão dirigidos por Lelisa Desisa (59:37), vencedor da semi-maratona cidade por cidade e pelo seu compatriota Deeje Hailegiorgis (1:00:00), tendo sido este último classificado em terceiro lugar em 2011 em Stramilano, na Itália.

O Quénia conta com Silas Kipruto (59:39), que terminou em quarto lugar durante o campeonato do mundo da semi maratona em 2010; Allan Ndiwa (1:00:45), vencedor da semi maratona deste ano em Linz (Áustria); Silas Sang (1:00:20), vencedor da semi maratona de Portugal em 2008 e em 2009, bem como Lucas Rotich, o homem que realizou um tempo inferior a uma hora (59:44), entre outros triunfos.

Viktor Rothlin da Suíça, vencedor da maratona em 2010 em Barcelone (Espanha) de 2010 e igualmente medalhado de bronze em 2007 durante o campeonato do mundo de maratona . Vai participar pela segunda vez consecutiva nesta competição a ser dirigida pelo contigente europeu.

As populações locais vão admirar Rui Silva (1:03:00), a ex-medalhado olímpico de bronze nos 1500 metros e Rui Pedro Silva (1:02:42) que integram a elite nesta disciplina.

A corrida de elite é totalmente plana uma vez que não começam sobre uma ponte, indica-se.

Segundo organizadores, mais de 10 mil pessoas vão participar na mini-maratona de oito quilómetros, das quais o mais almejado Oscar Pistorius, fundista de Blade Runner sul-africano que disputou recentemente a semi-final dos 400 metros nos campeonatos do mundo de Daegu, na Coreia do Sul.

-0- PANA DJ/VAO/ASA/TBM/CJB/DD   24set2011

24 Setembro 2011 12:58:47


xhtml CSS