Ativista burkinabe condenado a dois meses de prisão por "incitação à desordem pública"

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) - Um ativista e denunciante burkinabe, preso em meados de junho último, foi condenado terça-feira, em Ouagadougou, a dois meses de prisão efetiva por "incitação à desordem pública", soube –se de fonte judicial no local.

O ato incriminado consta de uma publicação bastante crítica efetuada pelo ativista Naïm Touré na sua página de Facebook, onde se indignava com a atitude dos líderes militares na sequência dos ferimentos dum gendarme no campo de batalha durante uma operação anti-terrorista em Ouagadougou.

A sua defesa prometeu recorrer desta decisão, indicou a fonte.

-0- PANA NDT/DIM/DD 04julho2018

04 Julho 2018 09:26:23


xhtml CSS