Atentados do cinquentenário fazem manchete na Nigéria

Lagos- Nigéria (PANA) -- A dupla explosão que enlutou as celebrações do cinquentenário da independência da Nigéria sexta-feira em Abuja ofuscou todas as outras notícias na imprensa nigeriana.
Os jornais retomaram igualmente o rapto e a libertação de 15 alunos no Estado de Abia (sudeste).
"Explosões sacodem Abuja" titulou sábado o diário "Nation", relatando que "pelos menos 10 pessoas, incluindo crianças, morreram sexta-feira nas duas explosões em Abuja no meio das celebrações do 50º aniversário da independência da Nigéria".
Um diretor adjunto do Serviço de Segurança do Estado (SSS) e um agente da Comissão dos Crimes Económicos e Financeiros (EFCC) morreram igualmente, de acordo com o jornal que não revelou a identidade do responsável do SSS mas identificou o agente da EFCC como Ahmed Biu.
"Oito mortos, vários outros feridos nas explosões de Abuja", titulou por sua vez o "Guardian", que faz o eco das promessas do Presidente Goodluck Jonathan de que os terroristas "serão detidos".
"O MEND (Movimento para a Emancipação do Delta do Níger) lançou um alerta à bomba pouco antes das explosões", lembra o jornal.
O jornal "Thisday" também falou do incidente relatando que o Presidente Jonathan ordenou às forças de segurança nacionais a desmascararem imediatamente os autores destes atentados, que "mancharam as celebrações do jubileu de ouro da nação".
"Explosões sacodem Abuja e fazem oito mortos e cinco feridos", titula igualmente o "Vanguard".
Por outro lado, todos os jornais comentaram largamente o rapto dos 15 alunos por desconhecidos armados no autocarro que os levava à escola.
Os 15 alunos foram libertados quinta-feira por uma equipa mista da Polícia, da Marinha, do SSS e da Brigada Antiterrorista, que assaltou o esconderijo dos raptores por volta da meia noite na localidade de Ukwa, no Estado de Abia.
"As crianças raptadas recuperaram a sua liberdade em Abia", relata o "Guardian", que considera esta libertação como o verdadeiro evento da celebração das festas da independência para o Governador, o Governo e a população de Abia.

03 أكتوبر 2010 13:04:00


xhtml CSS