Argélia corta Internet para evitar fraudes nos exames escolares

Argel, Argélia (PANA) - O Governo argelino anunciou, quarta-feira, o corte da Internet no país com o início dos exames finais do ensino médio "para evitar tentativas de fraude".

Numa declaração à imprensa, o Ministério argelino dos Correios, Tecnologias de Informação e  Comunicação indica que a Internet será cortada por uma hora, no início de cada prova do ensino médio, "para evitar tudo que possa manchar este exame escolar ''.

Nos últimos anos, o fenómeno da fraude eletrónica contaminou os exames oficiais do ensino médio.

Em 2017, apesar das medidas tomadas para a segurança das provas de exame, nomeadamente através de um ''bloqueio'' das redes sociais, matérias do ensino médio foram publicadas online após cerca de 15 minutos do início das provas.

O ministro dos Correios, Tecnologias de Informação e  Comunicação, Houda-Imane Faraoun,
lamentou o fenómeno do uso de pequenos objetos de tecnologias de comunicação para divulgar as matérias dos exames nas redes sociais.

No entanto, o corte da Internet foi deplorado pelas empresas cujo funcionamento depende da rede.

-0- PANA YY/IN/DIM/IZ 20junho2018

20 Junho 2018 18:13:59


xhtml CSS