Argélia, Nigéria e Guiné Equatorial, Moçambique e Uganda eleitos membros do CPS da UA

Addis Abeba, Etiópia (PANA) - Novos membros do Conselho de Paz e Segurança (CPS), designadamente a Argélia, a Guiné Equatorial, Moçambique, a Nigéria e o Uganda, foram eleitos pelos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Africana (UA), anunciaram domingo diplomatas na abertura da XX Cimeira da UA em Addis Abeba.

Eles vão substituir o Quénia, representante de África Oriental, o Zimbabwe para a África Austral, enquanto a Nigéria e a Guiné Equatorial foram ambas reeleitas para um outro mandato de três anos.

A Líbia substituiu a Argélia na África do Norte, revelaram.

Os candidatos novamente eleitos vão juntar-se a Angola, ao Lesoto, a oDjibuti, à Tanzânia, aos Camarões, à República Democrática do Congo, à Gâmbia, ao Egito, à Côte d´Ivoire, à Guiné Conakry, todos eleitos em 2012 para um mandato de dois anos no CPS.

Durante a Cimeira, os dirigentes africanos vão discutir sobre os conflitos no Mali e na República Centroafricana (RCA) e na República Democrática do Congo e aprovar a nova lista dos membros do CPS.

O regresso notável a esta lista é o do Uganda que estava no CPS durante sessões anteriores que suspendo eram Madagáscar da UA por causa do golpe de Estado ocorrido a 17 de março de 2009 contra o então Presidente da República democraticamente eleito, Marc Ravalomanana.

O Uganda obteve um outro mandato de três anos no CPS, tendo assumido a gestão de conflitos.

As eleições neste órgão da UA composto por 15 membros são muitas vezes adiadas para permitir a continuidade dos seus trabalhos.

Os países eleitos nesta estrutura vão tomar posse em abril próximo depois de aprovados pela Cimeira.

-0- PANA AO/VAO/FJG/JSG/MAR/DD 27jan2013

27 Janeiro 2013 12:58:23




xhtml CSS