Apoio do Banco mundial a Guiné na luta contra a SIDA

Conakry- Guinée (PANA) -- O Banco mundial(BM) decidiu conceder ao governo guinense 20 milhões de Dólares americanos destinados a luta contra a pandemia da SIDA no país, noticiou quarta-feira a Rádio nacional.
Este anúncio foi feito terça-feira em Conakry, durante o dia de reflexão sobre o flagelo, organizado pelo Comité nacional de luta contra a SIDA (CNLS), em parceria com a Rede nacional de luta contra a SIDA (RNALSI), que convidou mais de vinte ONG nacionais que actuam neste país onde a taxa de seroprevalência é de 2,8 por cento.
Segundo Mariana Diélo Barry, secretária executiva do CNLS, este donativo inscreve-se no quadro do projecto multisectorial de luta contra a SIDA (PMLS), que prevê várias fases, especialmente a prevenção e a sensibilização sobre o perigo desta doença incurável.
Barry indicou igualmente que sómente a competência e experiência serão os critérios de elegibilidade das ONG que intervêm na luta contra a SIDA na Guinée, onde, segundo o primeiro inquérito nacional publicado em Agosto último, cerca de 114 mil pessoas vivem com HIV, vector da SIDA, cujos primeiros casos foram detectados em 1987.
O governo do Canadá disponibilizou sexta-feira 35 milhões de Dólares canadianos a favor da luta contra a SIDA na Guiné, onde a Agência canadiana para o desenvolvimento internacional (ACDI) intervém desde 1991 em vários projectos nacionais.
Este novo apoio da ACDI a favor da Guiné é destinado ao financiamento parcial da fase II de luta contra a SIDA, que vai de 2003 a 2006.

29 Janeiro 2003 17:54:00


xhtml CSS