Antigo Presidente ganense Mahama quer candidatar-se às presidenciais de 2020

Accra, Gana (PANA) - O ex-Presidente do Gana, John Dramani Mahama, que perdeus as últimas eleições presidenciais em 2016 para Nana Addo Dankwa Akufo-Addo, está de volta à corrida presidencial ao dar o primeiro passo, esta quinta-feira, para disputar a magistratura suprema em 2020, enviando uma carta de intenção para obter a nomeação do seu partido político.

A carta foi entregue pelos seus agentes ao secretário-geral do Congresso Nacional Democrático (NDC), Johnson Asiedu Nketiah, na sede do partido em Accra.

O ex-Presidente criticou o desempenho do atual governo e disse que a sua candidatura à Presidência é para vencer e "acabar com os gritos da população".

"Ao chegar a esta firme decisão, eu ponderei profunda e sobriamente a paisagem socioeconómica e política do nosso país hoje em relação ao caminho claro que começamos a construir, visando posicionar o Gana como um verdadeiro país de rendimento médio, modernizando a nossa infraestrutura social e económica delapidada e gradualmente inculcando nos Ganenses um sentido de patriotismo, autoconfiança e compromisso com a agenda de um só Gana", afirmou.

Mahama disse que levou em consideração "a onda de apoio", os intermináveis ​​apelos e encorajamento de uma grande parte dos líderes do partido, membros do partido, apoiantes e Ganenses de diversas origens.

"Eu tenho orado diligentemente sobre a tarefa que me espera e acredito que devo a Deus e ao meu país a obrigação de levar o nosso grande partido de volta ao Governo para corrigir os erros do passado e pôr fim aos gritos das pessoas sob a atual governação", disse.

"As eleições de 2020 apresentam ao nosso partido, o NDC, uma grande oportunidade para oferecer mais uma vez uma liderança visionária impulsionada pelo compromisso de criar oportunidades para todos os nossos funcionários, e não apenas alguns", acrescentou.

O ex-Presidente poderá ganhar facilmente a nomeação do seu partido, mas será difícil derrotar o Presidente Akufo-Addo, que muito provavelmente será o candidato do Novo Partido Patriótico, em 2020.

Os membros do NDC que já declararam a sua intenção de disputar a nomeação do partido incluem Alban Bagbin, um parlamentar; o ex-diretor-geral (CEO) do Instituto Nacional do Seguro de Saúde (NHIA), Sylvester Mensah; o ex-ministro do Comércio e Indústria, Ekwow Spio Garbrah; e o ex-vice-reitor da Universidade de Estudos Profissionais de Accra (UPSA), professor Joshua Alabi.

-0- PANA MA/VAO/IZ 23Agosto2018

23 august 2018 20:53:07


xhtml CSS