Annan marca para 29 de Julho Cimeira sobre Côte d'Ivoire em Accra

Addis Abeba- Etiópia (PANA) -- Uma cimeira extraordinária sobre a Côte d'Ivoire, sob a égide da União Africana, terá lugar a 29 de Julho em Accra, no Gana, com a participação das Nações Unidas e da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).
O anúncio foi feito terça-feira, em Addis Abeba, pelo secretário- geral da ONU, Kofi Annan, no final da mini-cimeira sobre a crise ivoiriense, à margem da III cimeira da UA iniciada terça-feira em Addis Abeba.
Segundo Annan, esta Cimeira agrupará, ao lado dos chefes de Estado africanos, todos líderes das 10 partes signatárias do acordo de Linas-Marcoussis.
Interrogado pela PANA no final da reunião, o secretário-geral adjunto da ONU para as operações, Jean-Marie Guéhéno, indicou que as discussões versaram essencialmente sobre o programa de desarmamento, desmobilização e reintegração (DDR), sobre as assimetrias no seio do governo de reconciliação nacional e adopção dos projectos de lei saídos de Marcoussis.
"Não se tratou de rever todo acordo de Marcoussis contrariamente ao que afirmaram algumas vozes.
Trabalhámos de facto no sentido de vermos como os aplicarmos efectivamente", declarou Guéhéno, desmentindo assim os rumores que circulavam nos corredores da conferência dos chefes de Estado desde o início da tarde.
Além dos Presidentes Laurent Gbabo da Côte d'Ivoire, Amadou Toumani Touré do Mali e Blaise Compaoré do Burkina Faso, vários outros também presenciaram este encontro de três horas sobre a crise ivoiriense, dos quais o do Gabão, Omar Bongo Ondimba, e do Benim, Mathieu Kérékou, e do Gana, John Kufuor, igualmente presidente em exercício da CEDEAO.

07 Julho 2004 09:33:00




xhtml CSS