Angola saúda progressos no processo de paz na Côte d'Ivoire

Luanda- Angola (PANA) -- O chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, saudou os progressos alcançados no processo de paz na Côte d'Ivoire e reafirmou o seu apoio e solidariedade àquele país assolado por uma crise político-militar desde Setembro de 2002, soube-se de fonte oficial em Luanda.
  O Presidente angolano fez tais declarações segunda-feira em Luanda durante um almoço oferecido ao seu homólogo ivoiriense, Laurent Gbagbo, que terminou terça-feira uma visita oficial de dois dias a Angola.
   José Eduardo dos Santos disse que Angola está sempre do lado da razão, pugnando pelo respeito à legalidade, às instituições do Estado e procurando as soluções para as divergências e crises políticas pela via do diálogo e da negociação.
"(.
.
.
) Ao mesmo tempo que manifesto mais uma vez o nosso apoio e solidariedade, quero felicitá-lo a si, pessoalmente, pelas iniciativas e medidas tomadas relativamente aos aspectos constitucionais", disse Eduardo dos Santos ao dirigir-se a La urent Gbagbo.
Acrescentou que ao ultrapassar com sabedoria essa barreira que era motivo de discórdia com a oposição, Laurent Gbagbo demonstrou visão de Estado, boa-fé e flexibilidade, visando defender os interesses superiores da Nação ivoirense.
  "Faço votos para que os compromissos assumidos por todas as partes envolvidas sejam cumpridos, porque qualquer processo de paz só poderá resultar se houver boa-fé e absoluto respeito pelas instituições democráticas", sublinhou.
O Presidente angolano disse que essa condição, também adoptada pela União Africana, "deverá continuar a ser estritamente observada, como premissa de solução duradoura para os conflitos no nosso continente", a que se deverá, necessariamente, acrescentar a não ingerência nos assuntos de outros países e o respeito pela soberania dos Estados e pelas suas fronteiras.
"Estas condições são essenciais para a segurança, a paz e a estabilidade em África e, por sua vez, a paz e a estabilidade são essenciais para o funcionamento da democracia e para a criação e a preservação das bases que garantam o respeito dos direitos e liberdades fundamentais, que constituem também factores incontornáveis do crescimento económico e do desenvolvimento", ressaltou.
  O chefe de Estado angolano desejou que o processo de paz na Cotê d'Ivoire tenha um final feliz e que tudo seja feito para que as eleições  presidenciais se realizem em Outubro próximo como previsto.
  Por seu lado, Laurent Gbagbo realçou o apoio de Angola ao actual processo de consolidação da paz no seu país e aos esforços conducentes à realização das eleições presidenciais.
Esta é a segunda visita do Presidente ivoiriense a Angola em menos de uma semana.
Laurent Gbagbo tinha estado em Luanda na quinta-feira em trânsito para o Ruanda, no quadro dum périplo que o levou também ao Burkina Faso e à Guiné Equatorial.

07 Junho 2005 18:21:00




xhtml CSS