Angola promete ajuda humanitária a populações da RCA

Addis, Abeba, Etiópia (PANA) – Angola prometeu quinta-feira em Addis Abeba providenciar ajuda humanitária às populações afetadas pela guerra na República Centroafricana (RCA).

Segundo o Vice-Presidente da República, Manuel Vicente, a situação atual na RCA é “deplorável” e Angola espera que a nova liderança “trabalhe rapidamente para o restabelecimento da lei e da ordem.

Angola irá trabalhar com os atores e instituições regionais para construir uma solução negociada da crise “que acautele os interesses do povo da RCA”, declarou o Vice-Presidente angolano durante a sua intervenção na 22ª cimeira ordinária da UA de 30 a 31 de janeiro corrente.

Manuel Vicente afirmou que, de igual modo, Angola está convencida de que não haverá solução militar também para o conflito na República Democrática do Congo (RDC).

Por isso, explicou, o país compromete-se, na sua qualidade de presidente em exercício da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos, a intensificar esforços, em cooperação com os seus parceiros regionais para fazer avançar o processo político na RDC.

Manuel Vicente disse que a situação geral no continente tal como descrita nos relatórios dos órgãos competentes da União Africana “ainda é sombria”, apesar dos "importantes avanços registados particularmente no Mali e em Madagáscar".

"Vimos assistindo ao eclodir de novos conflitos internos, como recentemente no Sudão do Sul e na República Centroafricana (RCA)", recordou.

Segundo ele, isto demonstra a fragilidade não só das instituições nacionais e de muitos Estados africanos como também "das soluções que vimos implementando, visando travar o ciclo de conflitos que periodicamente assolam o continente".

-0- PANA IZ 31jan2014

31 Janeiro 2014 02:02:52


xhtml CSS