Angola engajada na candidatura de Mbanza Congo a património mundial

Zaire, Angola (PANA) -  O Ministério angolano da Cultura está engajado em tudo fazer para que o processo de candidatura de Mbanza Congo a Património Mundial seja apresentado ao órgão especializado das Nações Unidas, a UNESCO, até janeiro de 2015, como previsto, garantiu terça-feira o secretário de Estado da Cultura, Cornélio Calei.

Em declarações à imprensa no término de uma visita de trabalho de 48 horas a cidade de Mbanza Congo, capital da província nortenha do Zaire, Cornélio Calei reconheceu, no entanto, haver desafios a ultrapassar para a referida candidatura.

“Temos desafios sérios a ultrapassar, porque temos um curto espaço de tempo para apresentar o nosso dossiê, mas estamos a trabalhar para esta data oficialmente indicada”, enfatizou o governante citado pela agência angolana de notícias (Angop).

Considerou que a sua visita a Mbanza Congo ultrapassou as expetativas, dados os "resultados animadores" constatados no terreno onde decorrem as escavações arqueológicas, a cargo de uma equipa de especialistas nacionais e estrangeiros.

Segundo Cornélio Calei, a sua delegação recebeu informações valiosas sobre o dossiê que servirá de base para a exposição a ser feita na 38ª Conferência do Património Mundial, a decorrer proximamente no Qatar.

Em Mbanza Congo, Cornélio Caley manteve encontros de trabalho com as autoridades governamentais locais e com a equipa técnica das escavações arqueológicas, chefiada pela coordenadora do projeto, Sónia Domingos, e visitou os locais onde decorrem as escavações arqueológicas, sítios e monumentos históricos.

O projeto “Mbanza Congo, Cidade a Desenterrar para Preservar”, lançado em 2007, tem como principal propósito a inscrição desta capital do antigo Reino do Congo na lista do Património da Humanidade da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Ciência, Educação e Cultura).

-0- PANA IZ 10junho2014

10 Junho 2014 17:19:31


xhtml CSS