Angola e Zâmbia acordam isenção de vistos

Luanda, Angola (PANA) - Os cidadãos de Angola e da Zâmbia podem, a partir desta cruzar a fronteira comum, sem a necessidade de visto de entrada, anteriormente exigido nos dois sentidos, segundo a agência angolana de notícias (Angop).

O acordo foi confirmado, em Lusaka, pelo ministro do Interior em exercício da Zâmbia, Michael Katambo, e pela embaixadora de Angola neste país, Balbina Dias da Silva, em cerimónia realizada na sede do Ministério do Interior.

Na ocasião, a embaixadora Balbina da Silva lembrou que a permanência de cidadãos, nos dois lados da fronteira, não deverá exceder os 90 dias, não sendo o entendimento válido para situações de fixação de residência, trabalho, estudo ou tratamento médico.

Angola e a Zâmbia partilham uma fronteira de mais de mil quilómetros, sendo um desafio para as autoridades dos dois países, a viabilização de infraestruturas que incrementem a circulação de pessoas e mercadorias.

A aposta dos dois governos foca-se no incremento do comércio transfronteiriço, além de um maior vigor nas trocas comerciais entre os dois estados, em vários domínios.

O balanço anual de negócios entre os dois países ronda os 20 milhões de dólares americanos. De Angola, os Zambianos importam produtos do mar, lubrificantes e materiais de construção, enquanto as exportações zambianas baseiam-se em produtos do campo, sementes e carne de bovina.

O acordo de supressão de vistos vai, fundamentalmente, beneficiar os cerca de 25 mil Angolanos que residem na Zâmbia, muitos deles, sem contacto com os seus familiares há vários anos.

-0- PANA IZ 16agosto2018

16 Agosto 2018 16:21:40


xhtml CSS