Angola e Microsoft reafirmam interesse de cooperar

Luanda- Angola (PANA) -- O governo angolano e o executivo da  Microsoft reafirmaram sexta-feira em Genebra o interesse  da participação desta multinacional norte-americana no  desenvolvimento das tecnologias de informação em Angola, nos sectores de educação e ensino.
  A reafirmação foi feita durante o encontro entre o vice-ministro  angolano da ciência e tecnologia, Pedro Sebastião Teta, com  o chefe  executivo da Microsoft para a Europa, Médio Oriente e África,  Jean-Philipe Courtois, à margem da cimeira sobre a sociedade de informação.
Os dois interlocutores que passaram em revista os diversos pontos  que constarão do protocolo de cooperação a assinar brevemente entre a Microsoft e o  governo de Angola, deram também ênfase ao reforço da capacidade institucional do Estado na promoção e no desenvolvimento do empresariado privado.
Na cimeira de Genebra terminada sexta-feira última, Pedro Teta participou como presidente da Comissão Nacional para as Novas Tecnologias de Informação de Angola, enquanto Jean-Philipe Courtois foi na qualidade de supevisor das instalações da Microsoft nos 53 países das três regiões acima referidas.
  Jean Philipe Courtois é ainda responsável pela gestão dos negócios de consumo e comércio.
A reunião de Genebra aprovou por aclamação uma Declaração de princípios e um plano de acção.
Os representantes dos 176 Estados participantes na cimeira comprometeram-se a desenvolver ligações digitais entre aldeias, escolas, universidades, hospitais e administrações, para que, até 2015, mais de metade da população mundial tenha acesso às novas tecnologias de informação.

14 Dezembro 2003 19:49:00


xhtml CSS