Angola cria laboratório de biotecnologia animal

Luanda- Angola (PANA) -- O Ministério angolano da Ciência e Tecnologia vai montar um laboratório de biotecnologia animal para o estudo e melhoramento genético de aves selvagens e seu aproveitamento alimentar, anunciou terça-feira uma fonte oficial em Luanda.
O director do Centro Nacional Tecnológico do Ministério da Ciência e Tecnologia Nanizey Kindudi, citado pela Agência Angolana de Notícias "Angop", disse que projecto será implementado com o apoio do Brasil.
Kindudi precisou que o projecto contempla também o fabrico de produtos farmacêuticos e planos para a gestão global de recursos e clima, controlo e reaproveitamento das águas residuais e formação.
Actualmente, a biotecnologia, um processo tecnológico que permite a utilização de material biológico de plantas e animais para fins industriais, desponta no cenário mundial como uma das ferramentas mais importantes para o desenvolvimento da pecuária, já que possibilita o melhoramento genético dos rebanhos.
Além do Brasil, apontado pelo Fundo das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) como um dos líderes em pesquisa biotecnológica, outros países, como a Argentina, a China, Cuba, o Egipto, o México e a África do Sul têm programas de biotecnologia bem avançados.
Segundo a FAO, a pesquisa com Organismos Geneticamente Modificados (OGM) está mais concentrada na América Latina e na Ásia, que detêm cerca de 85 por cento do total dos estudos em países em desenvolvimento.

23 Agosto 2005 10:45:00


xhtml CSS