Alcoolismo principal causa da violência doméstica em Angola, diz ministra

Luanda, Angola (PANA)   - O consumo excessivo de bebidas alcoólicas tem sido a principal causa dos casos de violência doméstica ocorridos em Angola, declarou terça-feira em Luanda a ministra da Família e Promoção da Mulher, Genoveva Lino.

Em declarações à agência angolana de notícias (Angop), à margem dum "Workshop sobre o Combate ao Consumo Excessivo de Bebidas Alcoólicas", a governante fez saber que casos de abusos sexuais a menores, conflitos nos lares, homicídios, entre outros atos criminosos são, na sua maioria, motivados pelo "uso exagerado de bebidas alcoólicas".

“O fenómeno do alcoolismo tem causado consequências drásticas na nossa sociedade, dando origem a casos de maridos que matam mulheres, mulheres a matarem maridos, filhos a matarem pais, fatos que estão a causar desintegração das famílias e a influenciarem negativamente no processo de desenvolvimento do país”, frisou.

De acordo com Genoveva Lino, as principais causas de percas humanas por acidentes, particularmentes de jovens e em idade reprodutiva, situam-se também no consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

Por isso, apelou à sociedade angolana, em particular a juventude, para se impor numa mobilização e consciencialização no combate ao consumo excessivo de álcool "que destabiliza a força motriz e as famílias angolanas".

Ela aconselhou igualmente as famílias a procuram sempre as instituições especializadas, para aconselhamentos dos casais, visando diminuir o impacto da violência baseada no género na sociedade.

-0- PANA FMA/PA/IZ 18maio2011

18 Maio 2011 10:20:49




xhtml CSS