Alassane Ouattara recorre ao TPI

Abidjan, Côte d’Ivoire (PANA) – O Governo de Alassane Ouattara, um dos dois Presidentes proclamados da Côte d'Ivoire, decidiu recorrer ao Tribunal Penal Internacional (TPI) e pedir a adaptação do mandato das forças das Nações Unidas à situação prevalecente no país, indica um comunicado da Coligação dos Houphouetistas para a Democracia e Paz (RHDP).

Segundo o comunicado desta coligação que apoia Alassane Ouattara, o RHDP vai solicitar ao procurador do TPI, Luis Moreno Ocampo, inquéritos para que os autores da repressão mortífera das manifestações de quinta-feira em Abidjan « respondam pelos seus atos ».

O campo de Alassane Ouattara pediu igualmente à comunidade internacional, « face à gravidade da crise atual e às ameaças sobre as populações civis », a adaptação do mandato das forças das Nações Unidas na Côte d'Ivoire à situação no país.

No entanto, o RHDP continua a apelar aos Ivoirienses à mobilização para obter a partida de Laurent Gbagbo, apesar do fracasso da tentativa de tomada de controlo da Rádiotelevisão Ivoiriense (RTI), quinta última, quando a marcha dos seus militantes foi reprimida pelas forças de defesa e segurança, fazendo dezenas de mortos e feridos.

-0- PANA GB/JSG/TON 18Dez2010

18 Dezembro 2010 11:50:34




xhtml CSS