Aeronáutica marroquina quer triplicar volume de negócios

Rabat- Marrocos (PANA) -- O sector da aeronáutica em Marrocos, que possui cerca de 50 empresas com mais de dois mil empregados, pretende triplicar o seu volume de negócios com vista a elevá-lo para um bilião de euros até 2012, soube a PANA junto dos responsáveis desta filial, indica um comunicado transmitido quarta-feira à PANA em Rabat.
Este volume de negócios atingiu 300 milhões de euros em 2003, graças essencialmente às implantações de empresas estrangeiras, indica a Aeronáutica de Marrocos, o primeiro portal especializado nesta matéria, lê-se na nota.
O documento precisa que o sector pretende igualmente duplicar o número de empregos dentro de quatro anos.
Grandes grupos, tais como o franco-alemão EADS e o americano Lockheed Martin, já estão implantados em Marrocos, maioritariamente em Casablanca (sudoeste da capital marroquina) e Rabat.
Segundo a mesma fonte, as vantagens de Marrocos são "múltiplas, nomeadamente uma mão-de-obra qualificada que custa 70 por cento menos cara do que na Europa, a proximidade geográfica com a Europa e as isenções de impostos sobre as empresas que investem neste sector".

28 Janeiro 2009 18:24:00


xhtml CSS