Adotado plano de ação para acesso de mulheres a serviços jurídicos em África

Lomé, Togo (PANA) – Um plano de ação para o período de 2012 a 2020 foi adotado no termo da reunião regional sobre “o acesso das mulheres aos serviços jurídicos e judiciais em África”, encerrada quarta-feira à noite em Lomé, constatou a PANA no local.

A reunião, organizada pela rede Mulheres, Direitos e Desenvolvimento em África (FEDDAF), iniciou-se segunda-feira na capital togolesa e agrupou representantes das organizações de direitos das mulheres e dos Ministérios encarregues das questões da mulher e da justiça de 26 países.

O plano de ação adotado no termo deste encontro visa melhorar o acesso das mulheres aos serviços jurídicos e judiciais em África.

Os participantes recomendaram igualmente a criação dum comité de acompanhamento para a boa execução do plano de ação com a participação dos parceiros de desenvolvimento.

Neste sentido, uma avaliação parcelar da execução deste plano de ação está prevista para 2015.

A organização FEDDAF, que cobre 24 países africanos, é uma rede para os direitos das mulheres e visa o reforço das estratégias para a emancipação e o desenvolvimento feminino.

-0- PANA FAA/JSG/FK/IZ 27out2011

27 Outubro 2011 21:41:46


xhtml CSS