Acompanhamento de Nigerinas candidatas às consultas eleitorais

Niamey- Níger (PANA) -- A Associação das Profissionais Africanas da Comunicação, seção do Níger, (APAC-Níger) prepara-se para cobrir atividades das mulheres candidatas às próximas consultas eleitorais.
Durante um atelier de formação organizada terça-feira em Niamey, a presidente da APAC-Níger, Djafara Fadimou Moumouni, considerou que "a situação da mulher nigerina, após duas décadas de processo democrático, não mudou verdadeiramente quanto à sua participação na vida política e na governação".
"Esta situação deve-se à desigualdade nas relações sociais, em termo de força, poder, autoridade e tomada de decisão, historicamente estabelecidos, que sempre relegou a mulher para o segundo plano", acrescentou.
Ela sublinhou que, a despeito da introdução em 2000 da lei que prevê 25 porcento das mulheres em cada lista eleitoral, a classe feminina não pára de reivindicar mais justiça e equidade.
Apenas uma mulher, Bayard Mariama Gamatié, ex-ministra e militante duma organização da Sociedade Civil, anunciou a sua candidatura às próximas eleições presidenciais previstas para Janeiro de 2011 no Níger.

21 Setembro 2010 17:03:00


xhtml CSS