ACNUR precisa de $ 331 milhões para assistir refugiados centroafricanos

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) - O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e os seus parceiros lançaram um plano de intervenção a favor dos refugiados na região para assistir mais de 460 mil centroafricanos em fuga.

Um comunicado enviado no fim de semana passado à PANA em Nova Iorque declarou que o plano lançou um apelo para obtenção de 331 milhões de dólares americanos com vista a fornecer bens essenciais como alimentação, água potável e abrigos aos refugiados da República Centroafricana (RCA).

Ele indicou que estes refugiados, essencialmente mulheres e crianças, assim como homens fugiram sobretudo para os Camarões e o Tchad para escapar às milícias violentas.

A nota afirmou que quase 10 porcento da população do país, avaliada em quatro milhões e 500 mil indivíduos, vivem hoje exilados e declarou que "quase 190 mil pessoas fugiram do país desde a tomada de Bangui, a capital, em meados de dezembro de 2013 pela milícia anti-Balaka".

Antes disto, mais de 230 mil pessoas fugiram da violencia e da anarquia, o que eleva o número total de refugiados da RCA para cerca de 425 mil pessoas",  declarou o ACNUR.

No ano passado, o ACNUR e os seus parceiros lançaram um apelo para obter 210 milhões de dólares americanos a favor dos refugiados centroafricanos.

Ele foi financiado num total de 57 porcento, permitindo às agências humanitárias fornecer assistência com produtos mais essenciais.

-0- PANA AA/MA/ASA/BEH/IBA/FK/TON 26jan2015

26 Janeiro 2015 14:50:52




xhtml CSS