A Nigéria vai fabricar medicamentos anti-HIV/SIDA

Lagos- Nigéria (PANA) -- A Nigéria inciciou negociações com uma companhia brasileira a fim de produzir medicamentos genéricos anti-SIDA, anunciou sexta-feira em Lagos, o presidente do Comité nacional de Luta contra a SIDA(NACA), Babtunde Osotimehin.
"A partir desta data até 2004 ou 2005, a indústria poderá produzir de acordo com a sua capacidade instalada", disse, durante a avaliação das actividades do seu Comité, que foi reestruturado no início deste ano, no quadro do engajamento do governo na luta contra a pandemia.
"A Nigéria é um grande país e a procura de medicamentos, quer queiramos quer não, vai aumentar", acrescentou Osotimehin.
As taxas de prevalência do HIV/SIDA na Nigéria, com uma população de 120 milhões de habitantes, é estimada em 5,8 por cento, o que significa que pelo menos 3 milhões de adultos foram infectados pelo virus que provoca a doença mortal.
O país importou da Índia, medicamentos anti-retrovirais num valor de 500 milhões de nairas, que são hoje administrados a pacientes, à custos subvencionados, nos hospitais universitários.

29 Novembro 2002 18:20:00


xhtml CSS