98 refugiados centroafricanos relocalizados em campo no noroeste da RD Congo

Kinshasa, RD Congo (PANA) – O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) relocalizou 98 refugiados centroafricanos no campo de Inke, na província de Ubangi-Norte, no noroeste da República Democrática do Congo (RDC), indica o porta-voz da equipa local das Nações Unidas, Yvon Edoumou.

Em conferência de imprensa quarta-feira, Edoumou afirmou que estes refugiados foram instalados no campo depois de receberem esteiras, utensílios de cozinha, bidões, baldes, cobertores e mosquiteiros, bem como uma assistência financeira.

Esta operação, sublinhou o porta-voz onusino, concerne a 160 refugiados entre os mais vulneráveis que vivem fora dos campos de Kambo, de Lembo e de Mobayi Mbongo, na mesma região.

O campo de Inke representa um dos cinco que acolhem os refugiados centroafricanos na RDC.

presentemente, mais de 450 mil refugiados centroafricanos estão no abrigo nos Camarões, no Tchad, na RD Congo e no Congo/Brazzaville e mais de 415 mil pessoas continuam deslocadas  no interior do país, segundo o ACNUR.

A retomada dos combates aterrorizou quase 30 mil pessoas no interior do país levando quase seis mil mulheres, crianças e pessoas idosas a encontrarem refúgio no sul do Tchad e nos Camarões.

-0- PANA KON/JSG/FK/DD 5julho2018

05 Julho 2018 13:47:47


xhtml CSS