80% da população adulta nigerina é analfabeta

Niamey- Níger (PANA) -- Quase 80 por cento da população adulta no Níger não sabe ler nem escrever, declarou segunda-feira o ministro da Alfabetização e da Educação de Base, Ari Ibrahim, por ocasião da 36ª jornada interncional de alfabetização.
Para enfrentar a situação, disse, o Níger tomou algumas medidas, dois anos depois da ascensão à independência em 1960, abraçando a campanha de alfabetização e da educação de adultos.
Ari Ibrahim indicou que graças ao Programa Especial do Presidente da República (construção de mil salas de aulas por ano), à execução dum Programa Decenal de Desenvolvimento da Educação (PDDE) e ao apoio dos parceiros ao desenvolvimento e outras ONG, o Níger poderia manter a aposta dos 40 por cento da taxa de alfabetização como fixado pelo PDDE no horizonte 2015.
"Ouso esperar que a sinergia dos nosssos esforços permetirá dispôr de adultos alfabetizados que vão enfrentar, de modo responsável e mais eficaz, o processo de desenvolvimento económico, social e cultural do nosso país", disse o ministro.
É de recordar que através do PDDE, o Níger ambiciona elevar a sua taxa de escolarização de 34 por cento em 2000 a 70 por cento em 2015 e melhorar a taxa de acompanhamento escolar e as condições de trabalho dos docentes.
Nos seus objectivos qualitativos, o programa pode, do mesmo modo, levantar a taxa de sucesso da alfabetização de 42 por cento em 2000 a 80 por cento em 2012 "a fim de reduzir de modo drástico o analfabetismo" no país.

10 Setembro 2003 14:29:00


xhtml CSS