8,2 porcento de Africanos à procura de asilo na Bélgica são Conakry-Guineenses

Bruxelas, Bélgica (PANA) – Os requerentes de asilo conakry-guineenses representam 8,2 porcento dos refugiados políticos que chegaram à Bélgica nos primeiros oito meses de 2011, indica um relatório do Governo belga divulgado esta quinta-feira em Bruxelas.

A Guiné é o único país africano que figura no grupo dos 10 primeiros países de origem dos requerentes de asilo na Bélgica, que acolheu no total 25 mil refugiados de diversas nacionalidades nos últimos oito meses.

Segundo o relatório, apenas 21 pedintes de asilo provêm dos países africanos da Primavera Árabe, designadamente o Egito, a Líbia e a Tunísia.

Após a Guiné, os países africanos de origem dos pedintes de asilo são o Sudão, a Eritreia, a Côte d’Ivoire, a Somália e a Etiópia, indica este documento.

-0- PANA AK/JSG/FK/DD 22set2011

22 Setembro 2011 23:34:54


xhtml CSS