75 rebeldes e 4 soldados governamentais morrem em combates em Darfur

Cartum, Sudão (PANA) - Pelo menos 75 rebeldes e quatro soldados do Exército governamental sudanês foram mortos nos recentes combates ocorridos no Estado de Darfur-Norte, anunciaram terça-feira as Forças Armadas sudanesas.

Segundo o seu porta-voz, coronel Sawarmi Khalid Saad, as forças governamentais infligiram domingo e segunda-feira uma "pesada" derrota aos rebeldes na região de Ba'ashim, no noroeste de Millet, no Estado de Darfur-Norte, matando 75 rebeldes e fazendo prisioneiros.

O coronel Saad revelou que o Exército governamental apreendeu igualmente 22 veículos e armas diversas.

Ele não revelou contudo a identidade dos rebeldes mas, segundo o órgão semioficial Sudan Media Centre, os rebeldes que afrontaram o Governo pertencem ao Movimento de Libertação de Minni Minnawi (SLM/MM), um grande movimento rebelde que opera em Darfur-Norte.

Esta informação surge numa altura em que a Missão Nações Unidas-União Africana em Darfur (MINUAD) anuncia ter sob a sua proteção milhares de pessoas que se refugiaram nas suas bases de Korma, em Darfur-Norte, e de Khor Abeche, em Darfur-Sul, depois de ataques levados a cabo por homens armados não identificados contra aldeias e um campo de deslocados.

A MINUAD indica num comunicado que homens fortemente armados atacaram sábado um campo de deslocados em Darfur-Sul, incendiaram dezenas de abrigos e roubaram gado.

Um dos deslocados teria sido morto durante este ataque e pelo menos dois mil se refugiaram na base da MINUD em Khor Abeche.

A Missão assegura ter desdobrado capacetes azuis suplementares para proteger cerca de mil pessoas agrupadas na base de Korma, e convidou todos os elementos armados a abster-se de qualquer violência e a assegurar um acesso ilimitado às organizações humanitárias e à MINUAD em matéria de proteção dos civis.

-0- PANA MO/SEG/NFB/JSG/MAR/IZ 25março2014

25 mars 2014 23:43:35




xhtml CSS