742 casos de tráfico de seres humanos registados em 2017 na Tunísia

Túnis, Tunísia (PANA) – No total, 742 casos de tráfico de seres humanos foram registados em 2017 na Tunísia, ou seja o dobro das cifras de 2016, anunciou a presidente da Instância Nacional de Luta contra este flagelo, Raoudha Laabidi.

« Entre estes casos, 100 relacionam-se com a exploração dos estrangeiros no domínio económico, mas a maioria dos casos concerne a Tunisinos e crianças mendigas ou trabalhadoras de casas », precisou Raoudha.

Indicou que a exploração das crianças como mendigas é feita pela família ou por redes organizadas "criminosas" que utilizam crianças ou bebés para fazer a mendicidade nas ruas, antes de estes menores serem entregues às suas famílias mediante uma soma de 15 a 20 dinares (7,5 dólares americanos) por dia.

A Instância Nacional de Luta contra o Tráfico dos Seres Humanos foi criada em conformidade com a lei contra este flagelo, adotada pelo Parlamento em agosto de 2016.

A lei visa prevenir todas as formas de exploração, a que possam estar expostas pessoas, nomeadamente mulheres e crianças, lutar contra o seu tráfico, reprimir autores e proteger e assistir vítimas.

Visa igualmente promover a coordenação nacional e a cooperação internacional no domínio da luta contra este mal no quadro das convenções internacionais, regionais e bilaterais ratificadas pela República tunisina.

-0- PANA YY/IN/BEH/IBA/FK/DD 31julho2018

31 Julho 2018 10:55:59


xhtml CSS