55 capacetes azuis da MINUAD libertos após 2 dias de sequestro por rebeldes em Darfur

Cartum, Sudão (PANA) – Os rebeldes de Darfur (oeste sudanês) libertaram 55 capacetes azuis após dois dias de sequestro, indicou terça-feira a Missão Conjunta da Organização das Nações Unidas e da União Africana para a Manutenção da Paz em Darfur (MINUAD).

« Após uma demostração de força e das negociações, a patrulha de manutenção da paz que tinha sido bloqueado no noroeste de Darfur por rebeldes armados durante cerca de dois dias, rumava para a sua base em Umm Baru esta tarde », declarou a MINUAD num comunicado.

O representante especial conjunto da MINUAD, Ibrahim Gambari, saudou a coragem do comandante da força, o tenente-geral Patrik Nyamvumba, do comandante do setor de Darfur oeste, o tenente-geral Mansamusa Mondeh, sem esquecer as tropas e o pessoal envolvidos na resolução do incidente.

Gambari dirige a força da MINUAD composta por 26 mil homens cujo mandato compreende a proteção dos civis em toda a região de Darfur.

« Os nossos agentes e as nossas tropas deram prova de determinação e coragem fazendo face a um grande contingente de rebeldes armados do Movivmento Justiça e Igualdade (JEM) que capturava três agentes da MINUAD », declarou o diplomata nigeriano ao servico da ONU e da UAi.

As tropas compreendia 46 soldados senegaleses, um oficial iemenita, um Rwandês e um Ganense , que foram detidos alegadamente por terem ajudado tropas governamentais sudanesas a espiarem os rebeldes.

O contingente de manutenção da paz foi intercetado a 19 de fevereiro por mais de 100 homens armados pertencentes ao JEM, quando  efetuava uma patrulha de grande envergadura a cerca de 60 quilómetros das suas instalações em Umm Baru, na aldeia de Shegeg Tova.

A captura das tropas da MINUAD terminou após contactos recorrentes com dirigentes do JEM efetuados por representantes da Missão, indica-se.

-0 - PANA AO/VAO/LSA/TBM/SOC/MAR/DD 22fev2012

22 february 2012 21:40:47




xhtml CSS