50 Primeiras Damas Africanas para a Cimeira de Malabo

Malabo- Guiné Equatorial (PANA) -- Cerca de 50 Primeiras Damas Africanas são esperadas em Malabo, capital da Guiné Equatorial, para a 4ª cimeira da missão para a paz e questões humanitárias das esposas dos chefes de Estado Africanos prevista para 14-16 de Maio, disseram terça-feira os organizadores.
Segundo os organizadores, tudo está preparado para a cimeira, que também será assistida por várias organizações internacionais e pela secretária-geral adjunta para os assuntos das crianças afectadas pelos conflitos armados, Olara Otunnu.
A cimeira é parte de um plano de acção da 4ª Conferência Mundial das mulheres realizada em Beijing, China, em 1995.
Naquela cimeira foi criada a missão das Esposas dos chefes de Estado Africanos para a paz e que foi revitalizada mais tarde em 1997 em Abuja, Nigéria, pela Comissão dos Assuntos Sociais da então Oraganização de Unidade Africana (OUA).
A comissão havia convidado as Primeiras Damas Adricanas a intercederem junto dos seus maridos por forma a encontrar soluções aos vários problemas relacionados com a paz, saúde e questões humanitárias no continente.
Desde o mês passado, as autoridades da Guiné Equatorial têm estado activamente envolvidas na organização da cimeira.
A Primeira Dama Cosntância Mangue Nsue Okomo visitou vários países africanos para encorajar as suas homólogas para assitirem ao evento Pan-Africano.
Mulheres de várias províncias da Guiné Equatorial chegaram a Malabo há uma semana para juntarem-se as outras compatriotas para saudarem "de forma calorosa" as visitantes de outros países.

13 Maio 2003 18:54:00




xhtml CSS