47 mortos e 54 feridos em cenas de hostilidade na Líbia

Trípoli, Líbia (PANA) - Quarenta e sete pessoas morreram e 54 outros ficaram feridos de 1 a 31 de maio último durante cenas de hostilidades na Líbia, nomeadamente atentados suicidas, ou seja o balanço mais elevado registado desde o início do ano de 2018, anunciou neste fim de semana a Missão de Apoio das Nações Unidas na Líbia (MANUL).

O número de mortos é o mais elevado registado pela MANUL em 2018, indicou um relatório mensal divulgado sexta-feira última.

As vítimas são  38 homens, três mulheres, quatro rapazes e duas meninas mortos e 43 homens, três mulheres, seis meninos e três meninas feridos, segundo a mesma fonte.

São bombardeamentos que fizeram mais vítimas civis, precisamente 10 mortos e 17 feridos, seguidos por engenhos explosivos improvisados que fizeram 11 mortos e seis feridos, explosivos não identificados causaram sete mortos e sete feridos, ataques aéreos são rtesponsáveis por 11 feridos, seguidos por um tiroteio que ceifou quatro vidas e feriu quatro outras. lê-se no documento.

Outros explosivos mataram uma pessoas e feriram três outras, acrescentou o comunicado da MANUL.

A referida instituição identificou 46 outras vítimas de outras possíveis violações do direito internacional humanitário e de violações ou de abusos do direito internacional e dos direitos humanos em Beni Walid (sul), Benghazi (leste), Tripoli e Sebha (centro).

-0- PANA BY/IS/DIM/DD 02junho2018


02 Junho 2018 14:53:09


xhtml CSS