361 Guineenses e 265 Congoleses obtêm estatuto de refugiado político na Bélgica

Bruxelas, Bélgica (PANA) – Pelo menos 361 Guineenses e 265 Congoleses da RDC receberam em 2013 o estatuto de refugiado político na Bélgica, revela um relatório divulgado terça-feira pelo Comissariado Geral Belga para os Refugiados e Apátridas (CGBRA).

Os Guineenses (7,9%) e os Congoleses (7,7%) representam os dois maiores grupos provenientes de África entre outras nacionalidades que beneficiaram do asilo político na reino da Bélgica.

O relatório indica que o número de pedidos de asilo de todas as origens está em baixa na Bélgica, e que dos 18 mil 193 processos submetidos em 2013, sete mil e seis receberam uma resposta positiva do CGBRA, órgão do Estado belga encarregue da gestão do fluxo de migrantes no país.

-0- PANA AK/AAS/CJB/IZ 07jan2014

08 Janeiro 2014 07:44:41


xhtml CSS