3,2 por cento da população de Cabo Verde portadora de deficiência

Praia- Cabo Verde (PANA) -- Cabo Verde recenseou 13 mil e 948 pessoas com diferentes tipos de deficiência, o que representa 3,2 por cento da população total do arquipélago calculada em 480 mil habitantes, soube a PANA sábado de fonte segura.
Desse número de portadores de deficiência, seis mil e 955 são do sexo masculino, e seis e mil 993 do sexo feminino.
A deficiência motora, incluindo a paralisia cerebral, total e dos membros, é a mais predominante, representando 52 por cento da população deficiente.
Seguem-se outros tipos de deficiência como a cegueira, surdez e mudez, com 41 por cento, e a deficiência múltipla, com 7 por cento.
Consta-se ainda que 37 por cento dos portadores de deficiência em Cabo Verde são chefes de família e mais de metade, ou seja, 56,3 por cento vive em agregados familiares numerosos.
Os dados estatísticos disponíveis indicam também que 60 por cento dos deficientes vive na dependência do seu agregado familiar, o que demonstra o grau da dependência dos mesmos para a realização das actividades básicas da vida humana.
A melhoria da condição de vida dos deficientes em Cabo Verde tem merecido atenção do Governo, da sociedade e das associações que têm levado a cabo diversas acções visando a sua integração e participação no contexto do desenvolvimento do país.
Neste contexto, Cabo Verde acaba de adoptar o Plano Nacional de Acção para a Década Africana das Pessoas Portadoras de Deficiência (PNADAPPD), 10 anos após a sua aplicação nos vários países de África.
Trata-se de um programa que garante a autonomia e integração dos portadores de deficiência no processo de desenvolvimento do país e reforça o cumprimento dos seus direitos enquanto Cabo-verdianos.
O PNADAPPD, cuja elaboração foi coordenada pelo Ministério do Trabalho, Formação Profissional e Solidariedade Social e envolveu vários parceiros, aponta para a criação de um sistema de gestão, acompanhamento e avaliação desta problemática.
Para o efeito, foram criados dois instrumentos de gestão e coordenação a serem implementados brevemente, ou seja, o Comité de Pilotagem e o Comité de Gestão.
Estes comités têm como competências estabelecer as linhas de actuação e definir os mecanismos de acompanhamento e avaliação do processo de implementação do PNADAPPD.

03 Agosto 2008 19:48:00


xhtml CSS