25 refugiados nigerinos repatriados da Líbia pelo ACNUR

Túnis, Tunísia (PANA) – Um grupo de 25 refugiados nigerinos instalados na Líbia foi repatriado no quadro duma “operação de evacuação humanitária” iniciada pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), segundo um comunicado da Missão  da ONU na Líbia (UNSMIL) transmitido este domingo à PANA.

O grupo composto de 15 mulheres, seis homens e quatro crianças deixou, sábado, o aeroporto de Maitiga de Tripoli para Niamey, capital do Níger.

A operação, a primeira do género, envolveu refugiados considerados "mais vulneráveis” e foi realizada pelo ACNUR em colaboração com os Governos líbio e nigerino, precisa a nota.

"O Governo nigerino aceitou generosamente acolher o grupo até que os seus pedidos de reinstalação sejam examinados", congratulou-se a UNSMIL.

Para o representante do ACNUR na Líbia, esta evacução simboliza a esperança de encontrar soluções seguras para os refugiados vulneráveis na Líbia, numa inciativa de salvamento que "não teria sido possível sem o envolvimento e o apoio dos governos líbio e nigerino".

"Queremos agradecer aos governos e aos parceiros humanitários envolvidos pelo seu papel na facilitação deste processo", declarou Roberto Mignone.

Segundo a organização onusina, este tipo de evacuação humanitária representa uma etapa muito importante  para encontrar soluções seguras e vias alternativas para os refugiados mais vulneráveis na Líbia que são muitas vezes obrigados a lançar-se em expedições marítimas mortais em busca duma proteção internacional.

O ACNUR espera realizar mais evacuações no futuro com o apoio dos Governos da Líbia e do  Níger,  acrescenta o comunicado.

-0- PANA BB/BEH/FK/IZ 12nov2017

12 Novembro 2017 12:54:31


xhtml CSS