21 combatentes Shebab mortos em tiroteios com soldados da AMISOM na Somália

Nairobi, Quénia (PANA) – Pelo menos 21 combatentes Shabab foram mortos numa troca de tiros com o contigente das Forças de Defesa Quenianas  (KDF) da Missão da União Africana na Somália (AMISOM), anunciou um porta-voz das KDF esta quarta-feira.

O coronel David Obonyo, porta-voz do Exército queniano, declarou que o contingente das KDF não registou nenhum ferido nestes confrontos com os Shabab, em Hawina (Somália), terça-feira.

Os soldados, que rumavam para Tabda, provenientes de Dobley, foram atacados quando se aproximavam de Hawina por volta das 08:23 horas locais, segundo ainda o coronel Obonyo.

« Terça-feira, 24 de maio de 2016, por volta de 10:00 horas, o contingente queniano da AMISOM abateu 21 terroristas Shabab em Hawina, incluindo o comandante Salad Bart, que liderava o grupo », indicou o porta-voz militar.

Depois do tiroteio, os soldados quenianos começaram a patrulhar na região para combater os rebeldes terroristas Shabab.

Os disparos que seguiram fizeram 21 mortos entre os terroristas enquanto os soldados não registaram nenhuma perda, disse, acrescentando que foram apreendidas 17 armas AK-47,  duas lança-granadas, 5 RPG e diversas munições.

Ele indicou que o Exército queniano iria ficar vigilante e continuar os seus esforços contra os terroristas Shabab e as suas tentativas de desestabilizar a região da África Oriental.

-0- PANA AO/MA/FJG/JSG/MAR/IZ 25maio2016

25 Maio 2016 16:16:54




xhtml CSS