17 migrantes clandestinos nigerianos repatriados da Líbia

Tripoli, Líbia (PANA) – Dezassete emigrantes nigerianos ilegais foram repatriados da Líbia, de voo, no âmbito da continuação da política de repatriamento voluntário de migrantes presos neste país do Magrebe Árabe, soube-se de fonte oficial em Tripoli.

No total, 17 emigrantes da Nigéria foram encaminhados de acordo com o programa de repatriamento voluntário a partir da sede da Unidade de Luta contra a Emigração Clandestina de Tarik al-Seka, em Tripoli, indicou um comunicado publicado quinta-feira pelo Órgão de Luta contra a Emigração Clandestina.

«Este regresso realiza-se em coordenação e cooperação com a Organização Internacional para as Migrações (OIM)», precisou a mesma fonte.

A questão da emigração clandestina piorou desde  2011 porque traficantes se aproveitam do caos prevalecente na Líbia para transportar, anualmente, várias dezenas de milhares de migrantes para a Europa, enquanto os Europeus se queixam constantemente da agravação da crise.

A Líbia é uma etapa de transição para emigrantes ilegais de diversas nacionalidades, a caminho da Europa, e as autoridades competentes estão confrontadas com um défice significativo de meios para lutar contra o fenómeno.

-0- PANA BY/BEH/FK/DD 27julho2018

27 july 2018 09:23:23


xhtml CSS