164 Nigerianos repatriados voluntariamente da Líbia

Tripoli, Líbia (PANA) – A Líbia anunciou, este fim de semana, o regresso voluntário de 164 migrantes clandestinos da Nigéria ao seu país, no quadro da continuação da política das autoridades líbias de repatriamento voluntário dos migrantes bloqueados no país.

Num comunicado, o Órgão de Luta contra a Migração Ilegal de Tripoli precisa que os 164 clandestinos alojados em centros de acolhimentos para migrantes regressaram, quinta-feira, à Nigéria via aeroporto internacional de Maitiga, em Tripoli, em colaboração com a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

O diretor-geral da OIM, William Lacy Swing, apelou às autoridades líbias para cessar a detenção dos migrantes intercetados ou socorridos pela Guarda Costeira durante a sua tentativa de atravessar o mar Mediterrâneo.

Ele afirmou que a organização internacional procura acelerar o regresso livremente consentido desses migrantes para os seus países de origem.

Swing indicou que, num encontro com o presidente do Conselho Presidencial líbio, Fayez al-Sarraj, ele apelou às autoridades para que não colocassem os migrantes intercetados ou socorridos pela Guarda Costeira nos centros de detenção.

Acrescentou que apelou igualmente para que se acelerasse o repatriamento dos que desejam regressar  voluntariamente, em vez de os manter em detenção.

Defendeu ser "muito cruel" reencaminhar os emigrantes para a Europa para serem detidos.

-0- PANA BY/JSG/SOC/FK/IZ 5agosto2018

05 أغسطس 2018 12:25:14


xhtml CSS