16 corpos sem vida de migrantes recuperados no Sul Tunisino

Túnis, Tunísia (PANA) - O número de corpos sem vida de migrantes recuperados desde quarta-feira última entre as cidades de Zarsis e Djerba (sul) elevou-se a 16, anunciou domingo o chefe da divisão regional do Crescente Vermelho Tunisino, Mongi Slim.

As condições climáticas contribuíram para a rejeição pelo mar mediterrâneo destes cadáveres afogados recentemente. Mas Apesar de decompostos, os corpos, dos quais nove mulheres, duas crianças e cinco homens, estão intactos, de acordo com Slim.

Trata-se de cidadãos africanos que partiram das costas líbias rumo à Europa, acrescentou o responsável.

Informou igualmente que as ondas rejeitaram para a berma restos de embarcações de madeira e plástico,  em que os mortos seguiam, sublinhando a necessidade de se encontrar túmulos convenientes para um enterro condigno.

As costas da cidade tunisina de Medenine (sul) registou, em maio último, 23 corpos sem vida de migrantes clandestinos, indica-se.

-0- PANA AD/IN/TBM/IBA/DD 05junho2017

05 Junho 2017 08:49:31


xhtml CSS