146 supostos terroristas procurados no Burkina Faso

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) – Um total de 146 supostos terroristas dos quais o líder  do grupo Ansaroul Islam, Dicko Abdoul SalamDjafar, são ativamente procurados no Burkina Faso, anunciou terça-feira à noite, o Serviço de Informação do Governo (SIG).

"Pede-se a toda pessoa que os conheça ou tenha informações que permitam deter estes presumíveis terroristas para entrar em contacto com os serviços da segurança", lê-se num comunicado do SIG que publicou também a lista dos suspeitos apresentados como pertencentes a uma « empresa terrorista ».

Dicko Abdoul Salam Djafar ficou líder do grupo jihadista Ansaroul Islam, após a morte do seu irmão em ataques aéreos conjuntos de forças francesas, burkinabes e malianas.

O comunicado precisa que Dicko foi visto a 4 e 6  de abril último, respetivamente em Mondé-So e Pétéga, na comuna de Nassoumbou.

Ele foi depois localizado em Toussougou, um acampamento erguido no sudeste de Kouboh, no Mali, até 27  de dezembro de 2017, localidade considerada como seu quartel-general e onde se realizam as assembleias gerais do grupo terrorista « cada segunda-feira da nove às 13:30 horas ».

Poupado durante muito tempo, o Burkina Faso foi desde 2015 um dos alvos privilegiados dos terroristas na quase totalidade do país que partilha algumas fronteiras com o Mali e o Níger.

-0- PANA NDT/IS/SOC/FK/IZ 20junho2018

20 Junho 2018 18:49:20


xhtml CSS