1.364 refugiados eritreus e sírios transferidos para Bélgica

Bruxelas, Bélgica (PANA)   - A Bélgica deve acolher no total mil e 364 refugiados, principalmente eritreus e sírios, que serão transferidos da Grécia e da Itália, em conformidade com a  proporção de repartição decidida pelos peritos da Comissão Europeia, o órgão executivo da União Europeia (UE).

Segundo um comunicado oficial europeu transmitido sexta-feira à imprensa, esta decisão foi tomada na sequência do fluxo em massa dos migrantes clandestinos que chegaram à Europa depois de atravessarem o Mediterrâneo com o risco de perder as suas vidas, e em virutde duma disposição dos tratados europeus que prevêem uma intervenção solidária dos Estados-membros da UE para aliviar os países atingidos por um « fluxo repentino e maciço » de migrantes.

No total, são 40 mil refugiados sírios e eritreus, que chegaram à Grécia e à Itália, a partir de 1 de abril último, que devem ser transferidos e enviados para os outros Estados-membros.

A Comissão Europeia considera que os Eritreus e os Sírios deixam os seus países devido a guerras que abalam estas zonas, facto atestado nomeadamente pela taxa média de 75 porcento de aceitação dos pedidos de asilo introduzidos pelos Sírios e Eritreus junto das autoridades competentes da Grécia e da Itália.

Uma soma de seis mil euros por refugiado é  concedida pela Comissão Europeu ao país de acolhimento,  precisa o comunicado da Comissão Europeia.

-0- PANA AK/BEH/FK/IZ 30maio2015

30 Maio 2015 11:28:10


xhtml CSS