África prepara segunda fase de programa de indicadores da ciência e tecnologia

Lagos, Nigéria (PANA) – Participantes provenientes do continente começaram a chegar a Addis Abeba, na Etiópia, para um ateliê destinado a lançar a Fase II do Programa dos Indicadores da Ciência, Tecnologia e Inovação em África (ASTII) que se realiza de 23 a 25 de maio corrente, indica um comunicado da agência de planificação e coordenação da Nova Parceria para o Desenvolvimento de África (NEPAD).

« O ateliê tem dois objetivos principais: o lançamento da série das perspetivas sobre as inovações em África e da segunda fase do programa ASTII e o reforço de capacidades para os eventuais novos aderentes à fase II do ASTII », sublinha o comunicado.

Os outros objetivos do ateliê consistem em consolidar os resultados da primeira fase, partilhar as lições tiradas a fim de se ocupar dos problemas encontrados, discutir sobre a viabilidade e a fiabilidade duma base de dados do ASTII e adotar um roteiro para alargar a iniciativa a todos os outros países-membros da União Africana (UA) e alargar também o alcance deste projeto.

A iniciativa para a ciência e tecnologia ASTII é um programa do plano de ação africano consolidado (CPA) para a ciência e tecnologia em África.

O CPA foi adotado em 2005 pelo Conselho dos Ministros Africanos da Ciência e Tecnologia (AMCOST) enquanto quadro para a Ciência, Tecnologia e Inovação (STI) para responder aos desafios socioeconómicos do continente.

A primeira fase do programa de ASTII cobria o período de 2007 a 2010 e foi concebida para servir de mecanismo de aprendizagem para dotar os 19 países-membros da União Africana participantes  de meios e de oportunidades para se empenhar na partilha da aprendizagem recíproca para melhorar os progressos na ciência, na tecnologia e na inovação.

Os 19 países participantes são a Argélia, Angola, o Burkina Faso, os Camarões, o Egito, a Etiópia, o Gabão, o Gana, o Quénia, o Lesoto, o Malawi, o Mali, Moçambique, a Nigéria, o Senegal, a África do Sul, a Tanzânia, o Uganda e a Zâmbia.

Os recursos financeiros e técnicos para a iniciativa ASTII provêm dos países participantes e da contribuição da agência internacional da cooperação sueca.

Os países participantes efetuaram inquéritos sobre a pesquisa e o desenvolvimento cujos resultados  são registados nas perspetivas sobre a inovação africana.

As grandes realizações da iniciativa ASTII incluem a instalação de pontos focais para servir de ponta de lança para a produção de indicadores da ciência, da tecnologia e da inovação (STI) a nível nacional, o reforço de capacidades na recolha de dados da STI para a publicação das perspetivas sobre a inovação africana de 2010  e o desenvolvimento dum sistema de informações da ASTII que será utilizado na fase II.

A segunda fase da iniciativa ASTII vai iniciar-se em 2011, devendo estar aberta a uma maior participação dos outros países-membros da União Africana.

-0- PANA SB/BOS/ASA/AAS/FK/IZ 22maio2011

22 Maio 2011 15:04:49


xhtml CSS