África importou 43 milhões de toneladas de géneros alimentares em 2011

Addis Abeba, Etiópia (PANA) - África importou cerca de 43 milhões de toneladas de géneros alimentícios em 2011, informaram os peritos na oitava reunião do Comité sobre Segurança Alimentar e Desenvolvimento Sustentável iniciada segunda-feira em Addis Abeba, na Etiópia.

"África importou cerca de 43 milhões de toneladas de géneros alimentícios em 2011, incluindo dois milhões sob forma de ajudas alimentares", deploraram os peritods no quadro desta reunião que permitirá compreender plenamente as implicações das conclusões principais da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio + 20, para África.

Segundo os documentos de base da reunião, devido à falta de meios, nomeadamente a redução do poder de compra, as importações alimentares deverão recuar em 2012-2013, enquanto a ajuda alimentar deverá, segundo as previsões, passar de dois milhões para 2,3 milhões de toneladas.

Eles indicam que África continua a não produzir quantidades suficientes de géneros alimentares para responder à procura crescente de cereais das suas populações.

A tendência em baixa da fatura das importações alimentares da região aproxima-se atualmente em cerca de 550 biliões de dólares americanos anualmente, daí, sublinham, a urgência de investir na agricultura em África para aumentar tangivelmente a produção dos géneros alimentícios na região.

As necessidades em cereais de África são cada vez mais satisfeitas pelas importações provenientes do resto do mundo, que cobrem atualmente 45 a 50 porcento do arroz e 80 porcento do trigo consumidos na região, segundo os peritos.

-0- PANA IT/TBM/IBA/MAR/TON 21novembro2012

21 Novembro 2012 15:04:59


xhtml CSS